HACK

Se você é um empreendedor, já deve ter ouvido falar sobre estratégias de aquisição de clientes e de crescimento dentro do marketing – também conhecidas como growth hacking. Infelizmente, muitos tem percepções equivocadas sobre o conceito e o que são exatamente as estratégias ou hacks de crescimento.

Um hacker de crescimento irá combinar estratégias de marketing não convencionais que podem resultar na aquisição de mais clientes, aumentando a receita e, consequentemente, a competitividade – é um dos serviços que desenvolvemos aqui na Hack.

O segredo por trás de um crescimento eficaz e constante é implementar a estratégia certa no momento certo. Esbocei um conjunto de técnicas e hacks super fáceis de implementar que você pode incluir em sua estratégia de marketing para atrair, envolver, adquirir e manter clientes.

1 – Atrair clientes em potencial

Utilizo, basicamente, três estratégias que funcionam muito bem e têm aumentado nossa base de clientes.

Criação de conteúdo para blogs. É essencial saber para quem você está criando conteúdo. Você não quer gastar horas criando um artigo apenas para descobrir que ninguém mostrou qualquer interesse em lê-lo. Uma ótima maneira para descobrir mais sobre o seu público é utilizando a empatia. Coloque-se no lugar dos seus clientes em potencial e tente descobrir sentimentos, pensamentos, dores e atitudes. O que eles pensam? Quais suas preocupações? O que os influencia? O que eles falam entre amigos? Depois de definir e entender o seu público-alvo, destaque os pontos que os fariam acessar seu blog e crie seu conteúdo a partir daí. Lembre-se, o seu blog deve oferecer uma solução única para a resolução de algum problema.

Autores convidados. O objetivo central de um blog é agregar valor. A grande vantagem de convidar um autor que não trabalhe em sua empresa é conseguir visitantes que dificilmente você atrairia com seus artigos. Pesquise por blogueiros que escrevam sobre sua área de atuação e os convide a escrever para o seu blog eventualmente. Isso aumentará o tráfego do seu site/blog e, consequentemente, o deixará mais bem ranqueado em mecanismos de pesquisa como o Google.

Utilize infográficos. É a natureza humana. Já dizia o ditado: “Uma imagem vale mais do que mil palavras”. Organizar suas ideias de uma maneira visual, através de um infográfico, deixará seus artigos mais atraentes. Escolha um tópico que interesse aos seus leitores, construa uma narrativa baseada em fatos e dados e o compartilhe em suas redes sociais.

2 – Engaje seus visitantes e transforme-os em leads

Você precisa perceber que os visitantes não estão necessariamente prontos para comprar na primeira vez em que visitam seu site. Portanto, é essencial concentrar-se no engajamento. Entre todas as estratégias de crescimento, a abordagem correta de marketing por e-mail pode funcionar de forma mágica. O e-mail é ainda uma das formas mais eficazes de chegar a seu público-alvo, porque as pessoas raramente mudam seu endereço ao longo dos anos. Esta é uma oportunidade para aquecer o seu público e convertê-los em potenciais compradores.

Primeiro, crie uma lista de e-mails. O uso de ferramentas de automação de e-mail marketing pode aumentar significativamente o número de conversões de leads. A captura pode ser feita através de uma barra acima do menu principal, um pop-up ou mesmo indiretamente através do conteúdo de um artigo no blog. Porém, não tente vender ou promover o seu produto de forma explícita. Em vez disso, ofereça dicas exclusivas, cupons de desconto ou outras recompensas que aumentem o engajamento com sua audiência.

Enquanto você está construindo sua lista, elabore um plano de engajamento via e-mail consistente e cumpra-o. O segredo é não incomodar seus assinantes com muitos e-mails, porém, sempre se certifique de que eles recebam mensagens suficientes para lembrar de você.

3 e 4 – Adquirir clientes – e mantê-los

Testes A/B são uma das mais incríveis técnicas para um crescimento constante. Trata-se de realizar um conjunto de experimentos para otimizar a conversão de suas páginas de destino – também conhecidas como landing pages – com base nas respostas do usuário.

Também é conhecido como teste dividido.Obviamente, você não pode agradar cada visitante, porém, pode conseguir melhores resultados, oferecendo algo que agrade a maioria dos clientes em potencial. Como? Siga estas quatro etapas de testes A/B se não tiver certeza de qual página de destino pode converter seu visitante em comprador.

1. Coletar dados. Identifique suas páginas de baixa conversão ou aquelas páginas de destino que têm a proporção de desistência mais alta. Você pode até mesmo ir mais fundo e usar ferramentas analíticas, como Hotjar ou Crazy Egg, e usar os mapas de calor para descobrir em qual segmento de sua página seus visitantes mostraram mais interesse.

2. Definir metas e hipóteses. Embora seu objetivo possa variar entre clicar em um botão específico ou aumentar a receita, você deve definir metas de conversão e métricas para determinar se o teste A/B é bem-sucedido ou não.

3. Crie variações e execute experiências. Crie versões A e B com base na sua hipótese. A diferença entre as versões pode variar entre ter uma página de destino com cores diferentes ou mover a posição de um botão. Depois de executar a experiência, o site deve mostrar aleatoriamente páginas diferentes para visitantes diferentes.

4.Escolha com base nos resultados. Analise o resultado do teste assim que você concluir sua experiência. No caso de você encontrar diferenças estatísticas significativas entre a taxa de conversão de suas páginas, você pode tomar a decisão de usar o que funciona melhor.


Sobre o autor André Bartholomeu Fernandes rotate

Pós-graduado em Harvard e MIT, André iniciou sua carreira na internet em 2002 levando internet a mais de 4.000 cidades brasileiras com o provedor Samba. Trabalha com empresas nacionais e multinacionais levando soluções de internet focadas em resultados. Seu blog, o Jornal do Empreendedor tem mais de 200.000 leitores.